TENDINITE

A pessoa pode desenvolver a fibromialgia, segundo o especialista, a partir de todas as experiências que o organismo apresenta. Pela medicina tradicional chinesa, o problema tem relação com a parte emocional, que por sua vez está ligada a cinco órgãos: coração, fígado, rins, estômago (baço e pâncreas) e pulmão. Já no Ocidente, para definir a doença fala-se muito em LER (Lesão por Esforço Repetitivo) e nesse caso pode-se observar que a dor ocorre exatamente nos pontos de tratamento da fibromialgia na acupuntura.

"As emoções estão levando o indivíduo a apresentar problemas externos. A fibromialgia, por exemplo, é considerada a doença da culpa." Pela medicina ocidental, foram definidos 18 pontos pelo corpo que podem apontar a fibromialgia, localizados nas regiões cervical, dos cotovelos (tendinites), lombar, dos quadris e joelhos. O problema é detectado quando a pessoa apresenta dores em 11 desses pontos. Os pontos para o agulhamento são escolhidos de acordo com os sintomas e sinais locais da dor, lembrando que muitos dos sintomas do distúrbio do sono e da depressão, como fadiga, falta de energia e ânimo, são idênticos aos da fibromialgia. A escolha desses pontos envolvidos com os sinais clínicos, chamados pontos de acupuntura, é feita de forma a harmonizar as emoções e fazer com que o paciente volte a uma vida normal, com condições de trabalhar. "Muita gente ainda tem receio, mas o agulhamento não dói. A pessoa sente apenas uma leve pressão e um choquinho", afirma o acupunturista. "Na medicina chinesa (acupuntura) os sintomas da fibromialgia se enquadram no desequilíbrio dos meridianos - yin qiao mai e yang qiao mai.. Cada meridiano tem pontos ligados a órgãos e vísceras e cada órgão tem suas emoções, podendo gerar problemas sérios. A dor somática ocorre quando estímulos provém de estruturas como pele, músculos, periósteos, articulações e tendões".